Pastorais

O culto doméstico

O culto doméstico é um tesouro perdido na vida da maioria do povo de Deus. Essa perda tem profundas e tristes conseqüências. Ela aponta uma perda de profundidade no relacionamento com Deus e também um enfraquecimento da comunhão familiar.

Não havia lugar para Jesus

Quando José e Maria saíram de Nazaré para Belém, por decreto de Tibério César, eles não encontraram lugar na estalagem, por isso, foram para uma manjedoura, onde Jesus nasceu. Não havia lugar para Jesus na concorrida cidade de Davi. Os espaços já haviam sido todos disputados e assim, o Cordeiro de Deus, nasceu num estábulo e não num berço de ouro.

A influência da bíblia nas civilizações

Hoje é o dia da Bíblia. Rendemos a Deus nosso tributo de gratidão por esse presente especial. Ela não é fruto da lucubração humana, mas da revelação divina. Ela não procede da terra, mas do céu. Sua origem está em Deus, não no homem. A Bíblia é o farol que alumia as nações. Todas as civilizações que foram edificadas sobre o alicerce
das Escrituras.

Um clamor por restauração

O livro de Malaquias registra várias audiências de Deus com o seu povo. Nessas audiências, Deus reafirmou ao povo o seu amor e alertou-o acerca do perigo de se desprezar a santidade do culto. Apontou o problema da infidelidade conjugal e o desprezo pelo seu juízo. O povo de Deus estava não apenas longe, mas também indiferente ao seu clamor.

Deus, a nossa completa provisão

O Salmo 23 é o texto mais conhecido da Bíblia. Milhões de pessoas conhecem-no de cor. Sua mensagem tem sido bálsamo para os feridos, consolo para os tristes, refúgio para os desesperados. Vemos nesse texto, a sublime verdade de que Deus é a nossa
completa provisão. A maior necessidade nossa não é das bênçãos de Deus, mas do próprio Deus das bênçãos.

Martinho lutero, 488 anos da reforma protestante

A Reforma Protestante foi um movimento que visou trazer a igreja à pureza original do cristianismo segundo o Novo Testamento. Depois do Pentecostes, a Reforma do século XVI foi o maior movimento espiritual ocorrido dentro da Igreja. Representou uma volta à Bíblia, ao ensino dos apóstolos e, por isso, a rejeição total a qualquer doutrina sem base nas Escrituras.