Jesus, o pastor das ovelhas

O Novo Testamento descreve Jesus como o bom pastor, o grande pastor e o supremo pastor. Como bom pastor ele deu sua vida pelas ovelhas, como o grande pastor ele vive para as ovelhas e como supremo pastor ele voltará para as ovelhas. Essas três verdades podem ser vistas também nos Salmos 22, 23 e 24. O Salmo 22 aponta Jesus como o bom pastor que deu sua vida em favor das suas ovelhas. O Salmo 23 aponta Jesus como o grande pastor, que vive para cuidar de suas ovelhas e, o Salmo 24 aponta Jesus como o supremo pastor que voltará gloriosamente para buscar as suas ovelhas.

1. Jesus, o bom pastor – aquele que deu sua vida pelas ovelhas (Jo 10.11). Jesus é a expressão máxima do amor de Deus. Ele é o intérprete mais fiel e mais eloqüente que veio nos revelar o coração do Pai. Ele é o pastor que deu sua vida e o Cordeiro que se ofereceu por nós. Seu amor não foi proclamado do alto de uma cátedra, mas do alto da cruz. Ele não entregou para nós apenas ricas dádivas, ele deu-nos sua própria vida. Para libertar-nos sofreu o castigo da lei; para livrarnos do pecado, fez-se pecado por nós; para livrar-nos da maldição, fez-se maldição por nós e para livrar-nos da morte, suportou o golpe da morte em nosso favor. O Salmo 22, profeticamente revela-nos que Jesus, o bom pastor, não veio para explorar as ovelhas e oprimi-las, mas para morrer por elas e dar-lhes a vida eterna. Ele não é como o mercenário que foge ao ver o lobo e deixa as ovelhas entregues aos predadores; ao contrário, ele as protege, as perdoa e as conduz a uma vida maiúscula,abundante e bem-aventurada.

2. Jesus, o grande pastor – aquele que vive para as ovelhas (Hb 13.20). Jesus não apenas deu sua vida pelas ovelhas, ele vive para elas. O Salmo 23 diz que ele oferece às suas ovelhas provisão, direção, descanso, refrigério, companhia, livramento e vitória. Jesus é, na verdade, a maior provisão para suas ovelhas: ele é o Senhor, o provedor, o companheiro e o hóspede. Ele protege, sustenta e acompanha suas ovelhas aqui e ao fim, as recebe na Casa do Pai, a glória celeste. Jesus como o grande pastor das ovelhas é a verdade para a nossa mente, o caminho para os nossos pés, a vida para a nossa alma. Ele é a nossa esperança, a nossa alegria e a nossa paz. Ele é o nosso exemplo, o nosso alvo e a nossa força. Ele está à destra do Pai de onde intercede por nós e está conosco sempre em todos os lugares e em todas as circunstâncias.

3. Jesus, o supremo pastor – aquele que voltará para as ovelhas (1Pe 5.4). O mesmo Jesus que morreu pelas ovelhas e vive pelas ovelhas, voltará para suas ovelhas, segundo o Salmo 24. Sua vinda é certa e sua promessa é fiel. Ele virá não como da primeira vez, como servo sofredor, mas sua manifestação será cheia de fulgor. Não será mais uma vinda com as roupagens da humildade, mas com os atavios da glória. Ele virá não como servo, mas como o Rei dos reis. Ele virá não mais cavalgando um jumentinho, mas num glorioso cortejo entre as nuvens. Ele virá não mais para ser julgado pelos homens e condenado à morte, mas virá para julgar os vivos e os mortos. Como supremo pastor ele virá trazendo consigo o galardão. Ele salva suas ovelhas pela graça e as galardoa por sua generosidade. Ele dá gratuitamente a vida eterna às suas ovelhas e as recompensa por sua dedicação e serviço. Não há maior privilégio do que ser ovelha de Jesus, o bom pastor, o grande pastor e o supremo pastor.

Rev. Hernandes Dias Lopes

Responder

Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *