Medo de decidir

Referência: JOÃO 18.28-19.1-16

INTRODUÇÃO

A vida é feita de decisões. Você é um ser livre. Você, paradoxalmente, porém, é um escravo da sua liberdade. Você não pode deixar de decidir. Você é como um homem num barco que desce rio a baixo prestes a cair num abismo.
Hoje, como Pilatos, você está diante de Jesus. Em relação a Ele você não pode ficar neutro, nem em cima do muro. Você precisa tomar uma decisão: até a indecisão é uma decisão, a decisão de não decidir. Você pode aceitar, rejeitar, adiar. Você só não pode é ficar neutro. Jesus disse: “Quem não é por mim é contra mim…”
O rei dos reis estava diante de Pilatos para ser julgado. E Pilatos o condenou. Pilatos o rejeitou. No último dia é Pilatos quem estará diante de Jesus para ser julgado. Naquele dia só uma coisa contará: “O que você fez de Cristo, aceitou-o ou rejeitou-o?”
Hoje quero falar para você sobre quatro coisas importantes: CONFRONTACÃO, INDECISÃO, REJEIÇÃO E ENGANO.

I. A CONFRONTAÇÃO

A) PILATOS É CONFRONTADO COM A REALEZA DE JESUS
O evangelista João diz que Jesus fez a Pilatos a seguinte declaração: “o meu reino não é deste mundo” Atemorizado Pilatos lhe perguntou: “Logo tu és rei.” Ao que Jesus respondeu: “Para isso eu nasci, para isso eu vim ao mundo, para dar testemunho da verdade, mas vós não me credes. Todos aqueles que são da verdade, ouvem a minha Palavra.”
O texto diz que Pilatos ficou atemorizado. Pilatos sentiu que estava diante de alguém que era maior do que Cesar.
Jesus é Rei. Quando Ele morreu, havia na cruz uma inscrição em hebraico, latim e grego: “ESTE JESUS É O REI DOS JUDEUS.” O Habraico = maior poder religioso da época. O Latim = maior poder político. O Grego = maior poder cultural. Todos os homens, de todos os níveis, de todas as camadas, de todos os tempos, de todas as sociedades do mundo precisam saber que Jesus Cristo é Rei.
Você hoje também está sendo confrontado com o Rei do Universo. Ele que altera as moléculas da água e as transforma em moléculas de vinho. Ele que pega os átomos e os multiplica transformando cinco pães e dois peixes em alimento para mais de cinco mil pessoas. Ele apazigua as ondas do mar. Ele vence a lei da gravidade e anda sobre as águas. Ele é Rei dos reinos. Diante dele todo joelho vai se dobrar. É este impacto que o confronta agora! O que você vai fazer de Jesus?

B) PILATOS É CONFRONTADO COM A JUSTIÇA DE JESUS
Pilatos se achava na frente de Jesus quando sua mulher mandou dizer-lhe: “NÃO TE ENVOLVAS COM ESTE JUSTO. PORQUE HOJE EMSONHO, MUITO SOFRI POR SEU RESPEITO.”
Jesus tem uma justiça com a qual você se confronta, querendo ou não. Ele viveu de maneira justa e morreu como justo. E um dia Ele vai julgar a sua vida.
Pilatos por TRÊS VIZES reconhece que Jesus é inocente e mesmo assim o condena (Lc 23.20; Lc 23.22; Jo 19.12). Mas um dia Pilatos como culpado vai estar diante de Jesus para ser julgado. Naquele dia o que você fez em oculto será proclamado dos eirados. Naquele dia será julgado os segredos do seu coração. Os livros serão abertos.

II. A INDECISÃO

1. Pilatos, o indeciso – Jo 19.15
“Hei de crucificar o vosso rei?” = Talvez você saiba que Jesus é rei, é justo, é o Filho de Deus, mas você ainda vive titubeando, coxeando entre dois pensamentos. Sabe da verdade, mas não se decide. Conhece o caminho, mas anda errante. Está certo de que só Jesus pode levá-lo ao céu, mas está indo para o inferno.

2. A decisão é necessária – Mt 27.11
Jesus está diante dele (Mt 27.11). A multidão enlouquecida e sanguisedenta, clama, vocifera e pede a condenação de Jesus. Pilatos não pode deixar de tomar uma decisão. Ele olha para Jesus e ouve: TU DIZES QUE SOU REI. Ele olha para a multidão e esta grita: CRUCIFICA-0. Ele precisa decidir.

3. A decisão é inevitável – Lc 23.4,14,15
Pilatos procura febrilmente uma substituição para a decisão inevitável. Ele se comporta religiosamente. Ele não é CONTRA Jesus. Ele fala a palavra CRISTO, chama-o de Rei e até dá TESTEMUNHO DELE, dizendo três vezes: “EU NÃO ACHO NELE CRIME ALGUM.” Nicodemos sabia que Jesus era mestre, vinha da parte de Deus, fazia milagres e que Deus estava com ele, mas precisava nascer de novo.
Mas todos esses esforços não podem substituir sua decisão. Assim também com você: Não basta dizer: eu freqüento a igreja. eu sou membro da igreja, eu leio a Bíblia, eu faço as minhas orações, eu vivo corretamente. Com tudo isso, se você não se render a Cristo, você está perdido.

4. A decisão é intransferível –
4.1. Envia Jesus a Herodes – Lc 23.7,11 = Agora Pilatos tenta esquivar-se da decisão, enviando Jesus a Herodes. Mas Jesus volta e fica calado diante de Pilatos (Lc 23.7,11).
4.2. Tenta transferir a decisão para os judeus – Jo 18.31; 19.6 = Então, diz aos judeus, “Tomai-o vós outros e crucificai-o” (Jo 19.6). Mas os judeus recusaram tomar esta decisão. Eles não querem tomar a decisão e Jesus permanece calado diante de Pilatos.
4.3. Tenta levar o povo a escolher por ele entre Cristo ou Barrabás – Jo 18.40; Mt 27.15-18,20-21 = Mas o povo grita: “Solta-nos Barrabás e crucifica-º Não Jesus, mas Barrabás. O povo prefere um criminoso, um assassino, um assaltante a Jesus. Você também não pode fugir dessa decisão. Não esconda atrás de seus pais. Eles não podem decidir por você. Nem seu filho, nem sua mulher.Você é responsável.

5. Pilatos tenta agradar a multidão – Jo 19.1; Lc 23.16
Por isso manda açoitar a Cristo. Seu objetivo era agradar a vontade popular. Era ficar bem com o povo. Era satisfazer a vontade da multidão, ainda que sua consciência fosse violentada. Agiu com incoerência. Se Jesus era inocente, porque açoitá-lo?

6. Pilatos se mostra covarde –
Olha para Jesus e para a multidão. Conhece a verdade, está convencido que Jesus é rei, justo, Filho de Deus, inocente, mas se deixa levar pela pressão do meio. Não tem coragem para assumir Jesus. Torna-se covarde.

7. Pilatos reconhece a singularidade de Jesus – Jo 19.5,14
Pilatos sabe que Jesus não um homem qualquer. Ela sabe que Jesus é O HOMEM. O único, singular, incomparável. Sabe que ele não é apenas um rei, mas o supremo rei.

8. Pilatos defende a Jesus, mas não se entrega a Ele – Jo 19.12; Lc 23.20,22
Sabendo Pilatos que Jesus era inocente, o condenando-o e não o recebendo como o Seu salvador, tornou-se duplamente culpado.

9. Pilatos se desespera, mas não se decide por Jesus – Mt 27.22

10. Pilatos lava as mãos, mas não se decide – Mt 27.24
Pilatos está determinado a não se comprometer com Jesus. Ele quer fugir. Ele não quer se decidir. Ele se acovarda.

III. A REJEIÇÃO

1. Por causa da pressão da multidão – Mc 15,4,23-25
1.1. Queria saber a opinião dos outros – Mt 27.23 = “Que mal fez ele?” = O que meu pai vai dizer? O que meu marido vai pensar? O que os meus amigos vão falar se eu assumir um compromisso com Jesus?
1.2. Medo de tumulto – Mt 27.24 = Isso o desestabilizaria politicamente. Ele precisa do apoio dos judeus para governar. Ele ficou com medo que surgisse um tumulto. Isso o comprometeria diante de Cesar. Afogou a sua consciência por isso. Medo que haja um tumulto em sua vida. Que os valores mudem. Que o namoro mude. Quando você entrega a vida a Jesus há um tumulto: o seu coração vai mudar. Seu lar vai mudar. Seu namoro vai mudar. Seus valores vão ser invertidos. Ex. SADU SUNDAR SING

2. Por causa da conveniência e status – Jo 19.12
Os judeus lhe haviam dito: “Se soltas a este não és amigo de Cesar.” (Jo 19.12).
Cuidado para não perder o cargo, o governo, o poder. É a pressão do status.
É pressão de assumir Jesus na Faculdade, na Família incrédula, no trabalho, entre amigos escarnecedores.

3. A despeito das advertências
3.1. Advertência da própria consciência – Mt 27.18 = Pilatos sabe quem é Jesus. Sabe que os judeus o entregaram por inveja. Sabe que Jesus é inocente, justo, a verdade, o Filho de Deus, O Rei. Mas tem medo. Mas afoga a consciência. Anestesia o coração. Enfia a cabeça na areia e rejeita a oportunidade de Deus.
3.2. Advertência da sua mulher – Mt 27.19 = Sua mulher mandou lhe dizer: “Não te envolvas com este justo.” Pilatos não dá atenção a mais esta advertência e procura desculpar-se MANDANDO VIR ÁGUA, LAVOU AS MÃOS PERANTE O POVO… Meu amigo Deus te advertiu? Viste na tua vida o dedo de Deus? Deus está falando contigo através de um acidente, perdas e doenças? Não continue te desculpando.
3.3. Advertência dos inimigos mortais de Jesus – Jo 19.7-9 = Os judeus lhe disseram: Ele deve morrer porque a si mesmo se fez Filho de Deus. Pilatos estava convicto de que Jesus era mesmo o Filho de Deus e por isso ficou atemorizado. Queria soltar a Jesus. Queria conversar com Jesus, mas Jesus ficou em silêncio. Cuidado com a sua atitude de não aceitar advertências de Deus. PROVÉRBIOS 29.1: “O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz, será quebrantado de repente sem que haja cura.
3.4. Pilatos entrega Jesus para ser crucificado a despeito de todas as evidências – Mt 27.26 = E você, o que vai fazer? Rejeitar Jesus a despeito de saber que Ele é o salvador, que morreu na cruz pelos seus pecados?

IV. ENGANO

1. “Estou livre do sangue deste inocente” – Mt 27.24 = Pilatos não estava livre. Estava preso. Ele era culpado. Você também é culpado. Não foram os judeus, Pilatos, os soldados romanos apenas que levaram Jesus à cruz. Ele morreu pelos nossos pecados. Não estamos livres do sangue de Cristo. Se permanecermos incrédulos, o sangue de Cristo clamará contra nós.
2. “Fique o caso convosco” – Mt 27.24 = Jesus não é o caso dos outros. É o seu caso. Você vai ter que tomar a sua decisão. Um dia você estará diante dele. Você está diante do seu trono para ser julgado. Você não pode dar procuração para outro. O caso de Jesus pertence a você.
3. “Não te envolvas com este justo” – Mt 27.19 = Você está envolvido. Vai receber ou rejeitar. Este justo vai ser o seu juiz!

CONCLUSÃO

Eis a grande e decisiva questão: QUE FAREI DE JESUS, CHAMADADO O CRISTO?
Pilatos: o que queres agora?
Os judeus sabem o que querem: para a cruz com este Jesus.
Herodes sabe o que quer: para longe com este Jesus.
Diabo sabe o que quer: levar você para o inferno.
Barrabás sabe o que quer: ficar livre!
E você? O que você quer? O que você vai fazer de Jesus?
PILATOS RECUSOU A CRISTO. DEIXOU PASSAR A SUA OPORTUNIDADE E SUICIDOU-SE NO REINADO DE GÁLIO. E você?

Meu amigo e você, agora, o que vai fazer de Jesus?
O DIABO sabe o que quer: ele te quer no inferno.
MAS DEUS quer te dar vida eterna. JESUS quer entrar no seu coração AGORA

Rev. Hernandes Dias Lopes.

3 Comentários

  • sonia Posted 9 de dezembro de 2012 11:29

    me edificou muito esta mensagem.DEUS te abençoe hoje e sempre.

  • edvan da silva cruz Posted 13 de julho de 2014 14:18

    muinto edificante esta mensagem reverendo hernandes e minto esclarecedora

  • Gottardi Posted 14 de junho de 2016 0:20

    Excelente estudo, que a Graça esteja sobre seu ministério..

Responder

Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *