Mel na caveira de um leão morto

Sansão foi levantado por Deus num tempo de opressão. Seu nascimento foi um milagre. Foi consagrado a Deus como nazireu desde o ventre. Tornou-se um portento. Sua força era colossal. Era um jovem prodígio, um verdadeiro gigante, homem imbatível. Seu único problema é que não conseguia dominar seus impulsos. Um dia viu uma jovem filisteia e disse a seu pai: “Vi uma mulher em Timna, das filhas dos filisteus; tomai-ma, pois por esposa […] porque só desta me agrado” (Jz 14.2,3). Seu pai tentou demovê-lo, mas Sansão não o ouviu.

Certa feita, caminhando pelas vinhas de Timna, um leão novo, bramando, saiu ao seu encontro, mas Sansão rasgou esse leão como se rasga um cabrito. Depois de alguns dias passou pelo mesmo local e foi dar uma olhada no corpo do leão morto. Estava ali, na caveira do leão, um enxame de abelhas. Sansão pegou um favo de mel nas mãos e se foi andando e comendo dele (Jz 14.8,9). Sansão era nazireu e não podia tocar em cadáver. Ele quebrou, ali, o primeiro voto de sua consagração a Deus. Ele procurou doçura na podridão. Ele comeu mel da caveira de um leão morto. Muitos ainda hoje buscam prazer no pecado e procuram doçura naquilo que é impuro. Por isso, perdem a unção, a paz e a intimidade com Deus.

A Bíblia diz que um abismo chama outro abismo. Porque Sansão quebrou o primeiro voto do nazireado, abriu a porta para outras quedas. Na festa de casamento, com vergonha de assumir sua posição de nazireu, Sansão fez ali um banquete; porque assim o costumavam fazer os moços (Jz 14.10). Sansão preferiu imitar os moços de sua época a posicionar-se como um ungido de Deus. Além de não tocar em cadáver, um nazireu não podia beber vinho. Mas, Sansão quebrou mais esse voto de consagração por não ter peito para ser diferente e fazer diferença. Daí para frente, sua vida foi de queda em queda. Coabitou com uma prostituta em Gaza (Jz 14.1) e afeiçoou-se a Dalila (Jz 14.4). Essa mulher astuta o seduziu e arrancou dele a confissão acerca da origem de sua força. Um nazireu não podia cortar o cabelo, mas a cabeça de Sansão foi raspada. Esse jovem prodígio perdeu sua força. O Espírito Santo retirou-se dele. Caiu nas mãos dos filisteus. Estes, lhe vazaram os olhos e escarneceram dele num templo pagão.

Sansão brincou com o pecado e o pecado o arruinou. Sansão não escutou conselhos e fez manobras erradas na vida. Sansão fez pouco caso de seus votos de consagração e perdeu o vigor de seu testemunho. Perdeu sua força e sua visão. Perdeu sua dignidade e sua própria vida. Vocacionado para ser o libertador do seu povo, tornou-se cativo. Porque desprezou os princípios de Deus, o nome de Deus foi insultado num templo pagão por sua causa.

A vida de Sansão é um brado de alerta para a nossa geração. Há muitos jovens, que à semelhança de Sansão, não escutam seus pais. Muitos jovens, mesmo sendo consagrados a Deus, filhos da promessa, vivem flertando com o mundo, amando o mundo, sendo amigos do mundo e conformando-se com o mundo, procurando mel na caveira de leão morto. Muitos crentes têm perdido a coragem de ser diferentes. Imitam o mundo em vez de serem luz nas trevas. Fazem suas festas como o costumam fazer aqueles que não conhecem a Deus. Transigem com os absolutos de Deus e entregam-se às aventuras, buscando uma satisfação imediata de seus desejos. Esse caminho, embora cheio de aventuras e prazeres, é um caminho de escuridão, escravidão e morte. O pecado é um embuste. Promete prazer e traz tormento. Promete liberdade e escraviza. Promete vida e mata. O pecado levará você mais longe do que gostaria de ir; reterá você mais tempo do que gostaria de ficar e, custará a você um preço mais do alto do que gostaria de pagar.

23 comentários em “Mel na caveira de um leão morto”

  1. E reverendo,o sr ja notou,e claro que sim,que o evangelho da cruz,do negar-se a si mesmo,foi tirado do cenario,e incrivel parece que estes ensinos de JESUS sumiram,na verdade JESUS sumiu desta igrejas empresas,hoje tudo pode,e oque vale e ser feliz,sera que da pra ficar mais humanista que isto?Tem horas que da vontade de correr correr correr….e nao parar..parece um pesadelo que nao tem fim.estamos em epocas escuras,haja força pra tanta luta interna…e o povo parece que esta anestesiado.satanas fez um plantio a muitos anos atras e agora arvore esta grande mas muito grande mesmo e seus frutos,sao terriveis e podres.so O SENHOR mesmo nao ha nada que o homem possa fazer so DEUS.

  2. E o que mais assusta nao e a obra do mal mas sim o julgamento de DEUS,a grande maioria parece achar que ELE nao vai fazer nada,como estao enganados,esta se formando uma grande tempestade,que tem todo peso do pecado e iniquidade do homem,principalmente daqueles que se dizem enviados por ELE,quando esta tempestade vier vai ser grande o estrago,a terra vai tremer,e a limpeza vai começar na casa DELE.nossa reverendo como estes”lideres”estao provocando a DEUS,estao tao afogados em suas proprias sabedorias que realmente se tornaram loucos.que DEUS nos fortaleça.

      1. Meu amigo Carlos não havia a necessidade de Deus falar a sansao dos seus deveres como nazireu, pois o mesmo já foi instruído pelos seus pais a cerca de sua obrigação, sansao pecou sabendo do seu pecado ,não era leigo ou cego acerca dos seus deveres primordiais como nazireu, não tem como se desculpar pois se o mesmo fosse inocente tudo oq veio sobre ele ,principalmente o afastamento do Espiro de Deus ,não viria pq Deus comece o ser humano.

  3. Agradeço a Deus pela sua vida, Reverendo. O mundo precisa de homens como o senhor, que dá testemunho do Cristo Vivo, que veio nos dar vida abundante e vida eterna.
    Deus o abençõe ricamente!

  4. Graça e paz a todos.

    Excelente palavra do Rev. Hernandes.

    Serve como incentivo àqueles que são perseguidos por qererem viver uma vida santa, e, como alerta àqueles que andam desanimados.
    Que Deus o abençoe!

  5. Rev. A paz do Senhor Jesus, dou graças a meu bom DEus pela sua vida, pelo seu ministerio. Fico feliz em saber que existem homens que amam a palavra do Senhor e que de maneira perspicaz a analizam. Acompanho seu ministerio, tenho lido seus livros, o ultimo que li recentemente foi O EVANGELHO DE MARCOS, que abordagem maravilhosa das passagens, assisti tambem um video seu sobre “Paulo o maior lider do cristianismo”, muito boa!. Continue assim pastor, não so para mim,como para muitos jovens aqui onde congrego,o senhor tem se tornado um referencial.
    Pretendo fazer um seminario de estudos sobre a palavra, e quem sabe nós não entramos em contato com o Senhor e o agendamos. Rev. um abraço, a paz do Senhor, aguardo respostas no meu e-mail.

  6. A história de Sansão,nos mostra que temos tudo que precisamos, força, saúde, amor etc
    e tudo isso Deus nos da de graça, mas as muitas portas no mundo que atrai, ate os escolhidos de Deus para o pecado, pendemos nossa vida tentando achar a felicidade, mas a verdadeira felicidade esta perto de nos, em Deus, devemos meditar sua palavra de dia e de noite, para que as tentacões desse mundo não nos leve a morte eterna, mas amar a Deus nosso criador, para termos vida abundante rumos a vida eterna com Deus.

  7. Caro Pastor Hernandes:
    Acabei de ler o texto acima e gostei demais. É um grito de alerta para todos, no sentido de estarmos vigilantes. O abismo de Sansão começou com algo aparentemente sem maiores consequencias, mas que foi o estopim para seu caos. Que tenhamos sabedoria para evitarmos as armadilhas que se nos apresentam.

  8. Pingback: Mel na caveira de um leão morto | Estudos Bíblicos

  9. Tem muitos pais como os de Sansão.Participam do ? sem nem pergunta de onde foi tirado,os pais não são obrigados a engolir tudo que os filhos levam pra casa.Pais tem que perguntar ter referência,mas é saboroso,olha brilho o aroma hummm….Dalila não foi o pecado de Sansão, mas consequência por tocar em coisa morta.

  10. Na bíblia não mostra que Sansão tomou vinho.
    Sobre a jovem filistéia foi Deus que permitiu casar.
    Juízes 14

    3. Responderam-lhe, porém, seu pai e sua mãe: Não há, porventura, mulher entre as filhas de teus irmãos, nem entre todo o nosso povo, para que tu vás tomar mulher dos filisteus, daqueles incircuncisos? Disse, porém, Sansão a seu pai: Toma esta para mim, porque ela muito me agrada.
    4. Mas seu pai e sua mãe não sabiam que isto vinha do Senhor, que buscava ocasião contra os filisteus; porquanto naquele tempo os filisteus dominavam sobre Israel.

  11. A paz do Senhor, pastor.

    Você colocou Juízes 14 como referência quando citou a prostitua de Gaza e a Dalila, mas essa história se encontra em Juízes 16.

  12. O voto de nazireado implicava em nao comer e nem beber nada que viesse da vinha nao tomar vinho nso comer uvas nem suas cascas e nem sementes
    Nao coloca navalha sobre sua cabeça
    E nao tocar em corpo morto nem que fosse seu pai sua mae ou seus irmaos
    E se alguem morrese perto de um nazireu ele teria que fazer um ritual de purificacao

  13. Manoel Bernardino de Almeida

    Nessa história de Sansão eu noto uma coisa: Deus não perdoa nem castiga; a semeadura é livre mas a colheita é obrigatória. Todos nós estamos sujeitos ao pecado; uns por falta de conhecimento, outros por imprudência; Deus sabe julgar. Ele disse: meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos pensamentos são os meus pensamentos. A distância que há entre os vossos pensamentos e os meus pensamentos, é como da Terra ao Céu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *