O derramamento do espírito

O profeta Isaías trata desse solene assunto e oferece-nos algumas lições muito importantes que queremos destacar:

Em primeiro lugar, o derramamento do Espírito é uma promessa de Deus (Is 44.3). Deus prometeu derramar do seu Espírito. Quando Deus promete, ele cumpre, pois vela pela sua Palavra em a cumprir. Essa promessa tem dois aspectos: ela é segura e abundante. Segura, porque é impossível que Deus minta; é abundante, porque Deus não dá o seu Espírito por medida. O que ele promete é algo profuso, extraordinário, ou seja, um derramamento do Espírito. Essa promessa se cumpriu no Pentecoste e tem se repetido em vários lugares, ao longo da história da igreja. Somos alvos ainda hoje do cumprimento dessa gloriosa promessa.

Em segundo lugar, o derramamento do Espírito é uma necessidade da igreja (Is 44.3).
A Bíblia usa vários símbolos do Espírito Santo,como fogo, pomba e óleo. Mas, Isaías escolheu propositadamente a água. E por que? Primeiro, porque não há vida sem água. Podemos ter o melhor solo, a melhor semente, os melhores insumos e a melhor tecnologia que sem água a semente morre seca no ventre da terra. Assim como não tem vida sem água na terra, não tem vida espiritual sem a ação do Espírito Santo. Segundo, porque a água é necessária para limpar. Somente têm convicção de pecado aqueles que são convencidos pelo Espírito Santo. Só estes buscam a purificação no sangue de Jesus. Uma igreja pode ter templos suntuosos, obreiros cultos, membros influentes na sociedade, mas sem o poder do Espírito Santo ela não passa de uma máquina emperrada.

Em terceiro lugar, o derramamento do Espírito deve ser desejado ardentemente pela igreja (Is 44.3).
A água vem sobre o sedento eas torrentes sobre a terra seca. Quando a igreja tiver sede de Deus como a terra seca anseia pela água, então, a igreja experimentará o derramamento do Espírito. Não há chuva abundante do céu sem oração da igreja. Antes de o Espírito Santo descer, a igreja precisa subir à presença de Deus em oração. Elias subiu ao cume do Monte Carmelo para orar antes da chuva torrencial cair sobre a terra. Enquanto Jesus orava no Jordão o céu se abriu e o Espírito Santo desceu sobre ele. Os discípulos, em obediência à ordem de Jesus, permaneceram, unânimes, em oração, no cenáculo, antes do Espírito Santo ser derramado sobre eles. Se verdadeiramente desejamos um avivamento para a igreja, um derramamento do Espírito Santo, precisamos buscar mais a Deus do que as bênçãos de Deus. Precisamos ser uma terra sedenta, ávida pelas torrentes do céu.

Em quarto lugar, o derramamento do Espírito produz resultados extraordinários (Is 44.4,5).
Dois resultados são destacados por Isaías. O primeiro é o crescimento numérico da igreja. Os salvos brotarão como salgueiros juntos às correntes das águas. Quando o Espírito Santo é derramado a igreja cresce extraordinariamente. A igreja realiza mais num dia pela ação do Espírito do que em vários anos de trabalho na força da carne. O segundo resultado é o testemunho dos salvos. Cada crente torna-se uma testemunha fiel, dizendo aos outros: “eu sou do Senhor”. Uma igreja cheia do Espírito é uma igreja evangelizadora. Mas esse testemunho não é apenas verbal, mas também de vida. Os crentes escreverão na própria palma da mão: “Eu sou do Senhor”. Hoje, muitos daqueles que dizem ser do Senhor, negam esse testemunho pelas suas obras más. Há um abismo entre o que pessoas falam e o que elas fazem. Mas, um crente cheio do Espírito fala e vive; prega e demonstra.

É tempo de buscarmos o Senhor até que ele faça chover sobre nós as torrentes do seu Espírito. É tempo de sermos restaurados a fim de sermos poderosamente usados por Deus na sua obra!

Rev. Hernandes Dias Lopes

1 comentário em “O derramamento do espírito”

  1. Uau…. eu não sei quando exatamente foi publicado esse artigo…. mas o Senhor tem me despertado muito… essa promessa é real, e irá acontecer …. estamos começando a viver esse despertar do Espírito para com a igreja do Senhor… é muito verdadeiro, e gera em nós esse desejo por querer mais de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *