O vale da dor

Referência: Mateus 26.36-46

INTRODUÇÃO

1. O vale da dor é incontornável. Todos passamos por ele. Todos sofremos.

2. Jesus também teve o seu Getsêmani. O jardim do Getsêmani fica no sopé do Monte das Oliveiras, pois ali existia muitos olivais. Getsêmani significa lagar de azeite, prensa de azeite.

3. Por ser um aparato destinado a receber os frutos da oliveira, para transformá-los em óleo, produto de muitas utilidades, o dito aparato era instalado mesmo no interior do jardim das Oliveiras.

4. Foi neste lagar de azeite, onde as azeitonas eram esmagadas, que Jesus experimentou o mais intensa e cruel agonia. Ali sua vida foi moída. Ali foi esmagado sob o peso dos nossos pecados. Ali seu corpo foi golpeado. Ali suou sangue. Ali enfrentou a fúria do inferno, o silêncio do céu.

I. O PRELÚDIO DO VALE DA DOR 

1. Olhe pela janela dos quatro evangélicos e veja que noite fatídica foi aquela para Jesus.

2. Lá estava Jesus, com os doze discípulos, celebrando a Páscoa

a) Ele ensina a eles a humildade, lava-lhes os pés;

b) Ele aponta o traidor, e este sai na escuridão daquela noite para o trair;

c) Ele lhes dá o novo mandamento;

d) Ele avisa a Pedro “Nesta noite, antes que o galo cante, tu me negarás três vezes”.

e) Ele lhes consola: “Não se turbe o vosso coração…”

f) Ele ora por eles (Jo 17).

3. Saem de noite, do Cenáculo, na noite da trama, da armadilha, dos acordos escusos, do suborno traidor, na calada da noite. O sinédrio está reunido na surdina, urdindo planos diabólicos, subornando testemunhas, comprando a consciência fraca de Judas.

4. Saem do Cenáculo apenas em 11. Judas não voltou. Descem o Monte Sião. Cruzam o Vale do Cedrom. Entram no Getsâmani. Era noite. Dos 11 que o acompanham, 8 estão ficando para trás. E parece que por ordem dele: “Assentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar.”

5. Continua Jesus caminhando, mas agora, somente com 3. A angústia toma conta de sua alma. A morte, o salário do pecado, o acossa. “A minha alma está profundamente triste até a morte”.

6. Os 3 ficam também para trás. Ele agora segue sozinho. Ajoelhou-se o Senhor do céu e da terra. Ajoelhou-se o Rei do Universo. Ajoelhou-se o Deus encarnado.

Prostrou-se com o rosto em terra – humilhou-se.

Ora intensamente, numa luta de sangrento suor.

O anjo de Deus vem consolá-lo.

Judas capitaneia a súcia, a turba maligna.

Os inimigos caem. Cristo se entrega voluntariamente.

II. AS MENSAGENS DO VALE DA DOR

1. No Vale da dor enfrentamos profunda tristeza – v. 38 

No Getsêmani da vida você terá tristeza. Sim, se Cristo passou pelo Vale da Dor, nós também passaremos. Vida Cristã é um vale de lágrimas. Temos alegria do céu, mas cruzamos também os vales da dor. Passamos por desertos esbraseantes, por ondas revoltas, por ventos contrários, por rios caudalosos, por fornalhas ardentes.

Jesus também teve tristeza e não foi só no Getsêmani:

a) Ficou triste com a morte do seu amigo Lázaro – e essa tristeza levou-o também a chorar. Quantas vezes você já ficou triste e chorou pela morte de um amigo, de um ente-querido?

b) Ficou triste e chorou sobre a cidade de Jerusalém – Jesus chorou ao contemplar a impenitente cidade de Jerusalém, assassina de profetas, rebelde. Ele disse: “Jerusalém, Jerusalém, que mata os profetas e apedrejas os que te foram enviados, quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus filhotes, mas tu não o quisestes”. Quantas vezes você já chorou por um parente ou amigo que se recusou a crer em Cristo até a hora da morte?

c) Ficou triste no Getsêmani – Agora, entre a ramagem soturna das oliveiras, sob o clima denso da trama, e peso da cruz Jesus declara: “A minha alma está profundamente tirste até a morte”.

d) Por que Jesus estava triste?

1) Era porque sabia que Judas estava se aproximando com a turba assassina?

2) Era porque estava dolorosamente consciente de que Pedro o negaria?

3) Era porque sabia que o Sinédrio o condenaria?

4) Era porque sabia que Pilatos o sentenciaria.

5) Era porque sabia que o povo gritaria infrene: Crucifica-o?

6) Era porque sabia que o povo escolheria a Barrabás e o condenaria?

7) Era porque sabia que seria açoitado, cuspido e humilhado pelos soldados romanos?

8) Era porque sabia que os seus discípulos o abandonariam na hora da morte? NÃO!!!

A tristeza de Cristo era porque sua alma pura, estava recebendo toda a carga de todos os nossos pecados. Na cruz Deus escondeu o rosto do seu Filho. Ali ele foi feito pecado e maldição. Ali ele clamou: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?”

Até o sol escondeu o rosto de Jesus, e as trevas cobriram a terra.

Jesus foi traspassado, moído. Na cruz ele desceu ao Hades.

Ali ele entristeceu-se porque sorveu sozinho o cálice da ira de Deus. Só pagou o preço da nossa redenção. Sofreu só, sangrou só, só morreu!

Como você tem enfrentado o seu vale de dor, o seu Getsêmani?

2. O vale da solidão- v. 39

No Getsêmani da vida, no vale da dor, muitas vezes, você sofrerá sozinho.

Nesta hora Jesus buscou dois refúgios: a solidariedade humana e a vontade divina. Na solidão precisamos de a) Comunhão Humana; b) Comunhão com Deus. Jesus pediu a presença dos 3 discípulos com ele. Jesus não pede nada, nem quer ouvir nada deles, mas pede a presença deles. Paulo também prediu que Timóteo fosse ter com ele e levasse João Marcos. Na hora da solidão, precisamos de gente e precisamos de Deus!

a) Muita gente há havia abandonado a Jesus (Jo 6:66).

b) Seus discípulos o iam abandonar agora (Mt 26:56).

c) Pior de tudo, na cruz ia gritar: “Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” – As multidões o deixaram. Os discípulos o deixaram. Agora é desamparado pelo próprio Pai.

d) Muitas coisas disse Jesus às multidões. Quando porém, falou de um traidor, foi apenas para os 12. E únicamente para 3 desses 12 é que ele disse: “A minha alma está profundamente triste até à morte”. E por fim, quando começou a suar sangue, estava completamente sozinho.

e) Quando Paulo estava no seu Getsêmani, na prisão romana, à beira do martírio, disse: “Todos me abandonaram. Na minha primeira defesa ninguém foi ao meu favor. Mas ali viu sua coroa.

f) Quando João foi exilado na Ilha de Patmos, passou pelo seu Getsêmani sozinho, mas ali Deus lhe abriu a porta do céu.

g) Quando Jó foi abandonado pela sua mulher, e acusado pelos seus amigos, pode ver a Deus face a face.

h) Como você tem enfrentado a sua solidão?

3. O vale da oração – v. 39,42,44

Quando passamos pelo Vale da dor, muitos murmuram, outros se desesperam, outros deixam de orar, outros deixam de ler a Bíblia, outros abandonam a igreja, outros se revoltam contra Deus.

Nas provas devemos aprender a orar como Jesus. Sua oração foi marcada por 5 características:

1) Humilhação – Ele, o Deus eterno, está de joelhos. Ele, o criador do universo, está com o rosto em terra, suando sangue. Como não deveríamos estar quando também atravessamos o vale da dor?

2) Intensidade (Lc 22:44) – Jesus enfrentou a maior batalha da sua vida em oração. A batalha foi tão intensa que Jesus começou a suar sangue. Foi uma oração de guerra. Ele se agonizou em oração.

3) Perseverança – Ele orou 3 vezes e progressivamente.

4) Vigilância (v. 41) – Jesus alertou os discípulos para vigiar e orar. Porque não vigiaram: 1) Dormiram na batalha; 2) Pedro negou Jesus; 3) Os discípulos fugiram; 4) Pedro cortou a orelha de Malco; 5) Não sabiam o que responder a Jesus? Seus olhos estavam carregados de sono, porque seus corações estavam vazios de oração.

5) Submissão (v. 39,42,44) – A oração não é que a vontade do homem seja feita no céu, mas para que a vontade de Deus seja feita na terra. Porque Jesus orou teve coragem para enfrentar a turba, a prisão, os açoites, a cruz, a morte. Sem oração você foge como os discípulos (v. 56). “Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Mas se orar, o bicho foge”.

Muitos se desesperam quando cruzam o vale da dor, mas Cristo caiu de joelhos e orou e na oração prevaleceu. E você, tem se rendido a Deus? Tem se colocado de joelhos, dizendo: “eu me rendo Senhor, seja feita a tua vontade Senhor”.

Marcos 14:36 diz que Jesus começou sua oração, dizendo: “Aba, Pai”. Era a palavra que uma criancinha usava para se dirigir ao seu Pai. Jesus se dirige a Deus, sabendo que ele é Pai, digno de toda confiança. O que nos livra da tentação é saber que no vale da dor: Deus é bom e ele é o nosso Pai.

4. O vale da Consolação (Lc 22:43) 

Deus nos consola nos dando livramento da prova, ou nos dando poder para vencer as provas.

a) Paulo ora 3 vezes pedindo cura do espinho na carne, mas Deus lhe diz: “A minha graça te basta, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”.

b) Tiago diz que devemos ter por motivo de toda a alegria, o passarmos por diversas tribulações (Tg 1:2-4).

c) No Getsêmani da vida, Deus o consolará: “E apareceu-lhe um anjo do céu que o confortava”.

d) Jesus não encontrou pleno conforto nos seus discípulos, pois a vigília da solidariedade tinha se transformado no sono da fuga. Mas quando Jesus buscou a face do Pai, um anjo desceu do céu para confortá-lo. Porque os amigos mais solidários falharam, ele ficou solitário com o Pai e foi consolado.

e) Agora o sofredor manchado de sangue é consolado por um anjo do céu. Depois que travou a mais sangrenta batalha da história. Depois que aceitou sorver sozinho o cálice da ira de Deus. Depois que se dispôs a carregar o lenho maldito. Depois que se dispôs a se tornar maldição por nós. Depois que desafiou o inferno e seus demônios, foi consolado!

f) Deus nunca abandona os seus no vale da dor, no Getsêmani da vida. Ele é o Deus e Pai de toda consolação.

1) Os amigos de Daniel – No Getsêmani da fornalha foram consolados pelo anjo do Senhor.

2) Pedro na prisão – ia ser morto no dia seguinte, mas o anjo do Senhor o levantou, o guiou, o livrou, o consolou.

3) Paulo no naufrágio – Passou 14 dias na voragem do mar. Tempestade convulsiva. Todos haviam perdido a esperança. Mas Deuse enviou seu anjo para confortar a Paulo e lhe garantiu a vitória.

4) Você tem sentido a consolação de Deus?

CONCLUSÃO 

1) Como foi que Jesus entrou no Getsêmani da sua vida? Profundamente angustiado, abatido e cheio de tristeza.

2) Como foi que saiu? Tão fortalecido e vitorioso que bastou somente uma palavra sua para fazer seus inimigos recuarem, caindo todos por terra. Jesus não foi preso, ele se entregou. Ele se deu. Ele morreu. Ele ressuscitou. Ele venceu. Ele está conosco. Ele nos consola, nos guia, nos leva para a Casa do Pai.

19 Comentários

  • Pr Hélio de Jeus Posted 21 de maio de 2012 11:28

    Olá meu amigo e colega Pr.Hernandes, que Deus continue Te abençoando com toda sua familia e ministério. Fico muito feliz em ler seus artigos, mas este foi para todos os leitores um presente de Deus quando se espressa de uma forma totalmente Divina a vida do Eterno em seu ministério, espero que todos os leitores sintam na pele o que significa a DOR NO VALE, e como passar por este. Somente Jesus com uma mensagem de vida para nos ensinar a passar pelo o getsemani da vida.
    Um grande abraço do amigo,
    Pr.Hélio de Jesus

  • Claudinei Barbosa Posted 24 de maio de 2012 22:53

    São palavras de consolo que chegaram em boa hora. Que eu não caia em tentação do pecado do sexo. É sofrível correr atras do prazer a todo custo, já não aguento mais, peço orações, e que o Senhor, todo poderoso , criador de todas as coisas não me abandone e nem eu deixe de orar, mesmo na angústia.

  • edesio Posted 27 de maio de 2012 10:41

    que profundidade.
    deus lhe abençoe.

  • Ana Lucia da Matta Louback de Almeida Posted 6 de junho de 2012 11:48

    Pastor Hernandes, graças a Deus por termos, ainda, mensagens do Evangelho sendo pregadas de maneira
    genuína . Hoje, quando a moda tem sido glorificar o homem e agrada-lo, os ministros que assim se intitulam perderam a visão de Deus. Esqueceram da Palavra e da sua eficácia . Acreditam em suas próprias mentiras de que são “profetas” e enganam os ignorantes. Deus continue a abençoa-lo, como somos abençoados com tais mensagens vindas de Deus. Ana

  • João de Cassio Souza Posted 7 de junho de 2012 18:23

    como jesus é bom!!!!!!!!!!!! eu estou no vale dor amais de anos, mas eu não desisto porque sei que o Senhor está comigo, GRAÇA E PAZ DO SENHOR JESUS

  • Trackback: O vale da dor - Hernandes Dias LopesEstudos Bíblicos
  • Rubson Divino Rodrigues Posted 13 de junho de 2012 11:02

    A Bíblia ensina que devemos pagar a todos o que lhe é devido: “…a quem honra, honra” Rm.13:7. E o senhor trata a Palavr de DEUS com todo dignidade e seriedade que lhe é devida, o esboço do ensino desta mensagem é para levar desde o mais simples crente ao mais dos eloquentes pastores e lideres a refletirem sobre sua real condição de servo. DEUS contineu abençoado o senhor, sua familia e seu ministerio em nome de JESUS…

  • Maria Aparecida Posted 25 de junho de 2012 22:25

    Palavra abençoada veio de encontro ao que eu precisava ouvir Pr. Hernandez o senhor tem abençoado muito minha vida. Que a mão do Grande Deus continue abençoando seu ministério!

  • Albani Medeiros Posted 26 de junho de 2012 21:36

    Obrigado Deus pela vida do Rev. Hernandes Dias Lopes que muito tem falado ao meu coracao atravez da tua Palavra.

  • Cléa Lima Do Nascimento Posted 6 de julho de 2012 4:42

    Querido Rev. Hernandes, é muito confortante ler este estudo e “ver” a solidão que Jesus sofreu no Getsêmani sabendo que o nosso “getsêmani” é muito pequeno diante Daquele que levou a dor e os pecados de toda a humanidade. Sofro de transtorno bipolar.Quando estou na fase da mania sou super ativa na obra do Senhor. Coordeno o trabalho feminino, as reuniões do Projeto Ana, visito os doentes, canto no ministério de louvor etc. Nessa fase tenho muitas companhias mas quando vem a fase da depressão, que é terrível, pois naturalmente me isolo, não recebo ao menos telefonemas. O trabalho do Senhor fica interrompido, o que me entristece muito, fora a dor da solidão que é tão forte que o simples fato de sentir os minutos se passarem me levam ao profundo desespero. Já estou melhor e novamente reiniciando o tratamento. Não guardo mágoas das irmãs mas é triste passar por um momento tão doloroso e não ter o consolo humano daqueles que nos são ligados pelo sangue de Jesus. Obrigada pelas suas palavras sempre divinamente inspiradas pelo Espírito Santo que tanto nos edifica, alimenta e consola. No amor de Cristo,
    Cléa

  • Heleci Ferrari Posted 8 de julho de 2012 11:40

    Sempre leio seus sermões são muito edificantes e trazem edificação conhecimento para quem quer aprender obgd por sua vida e seus escritos, que Deus continue te dando a graça e sabedoria par instruir o seu povo.
    Com certeza aqueles que querem aprender de deleitam com seus escritos!
    Paz.

  • Heleci Ferrari Posted 8 de julho de 2012 11:41

    Quero agradecer ao Senhor pela preocupação com quem quer aprender.

  • Anailta Lopes M. de Almeida Posted 17 de julho de 2012 15:00

    Olá, Reverendo! Homem do Deus Altíssimo, te amo muito. Amo os teus artigos, são maravilhosos e amo te vê pregando da TV. Acordo mais cedo no sábado já na espectativa.
    Os dias estão difíceis demais…..a minha alma as vezes doi muito com tantas injurias que vimos na mídia, Mas o que nos sustenta é a força dos céus….
    A PAZ E A GRAÇA DO SENHOR JESUS

    ANAILTA

  • Geraldo Pinheiro de Suza Posted 21 de julho de 2012 9:06

    Olá, Pastor
    Que o nosso Deus continue abençoando o estimado irmão no ministério pastoral, pois suas mensasgens são edificantes para minha vida…
    missionário Geraldo Pinheiro

  • pb.Márcio Celiano Posted 24 de julho de 2012 6:59

    Que Deus continue lhe usando, Pr. Hernandes, muitas da sua mensagens eu tenho usado em minha pregações e estudo da palavra e Deus tem operado grande mente. continuarem orando pelo senhor.

  • Pr. Ademilson Dias Lopes Posted 4 de agosto de 2012 0:54

    Que palavras inspiradoras vindas de um homem compromtido com o santo ministerio da Palavra, que o Eterno Deus continue usando a sua vida Pr. Hernandes, e estimulando outros a buscar o conhecimento.

  • Helio Vanucchi Posted 30 de setembro de 2013 20:56

    Glória a Deus, que palavra abençoadaPr. Pesso a Deus que um dia venha me dar uma palavra com grande revelação. Eu amo ministrar a palavra do nosso Deus. Que nosso Pai celeste te abençoe mais e mais e todos de sua casa.

  • Ademilson Dias Lopes Posted 14 de novembro de 2013 11:57

    Pr. Hernandes sempre sou abençoado pela revelação da palavra por meio da sua vida, e que essa inspiração possa impactar uma geração tão necessitada da palavra se Deus, e que o Senhor levante homens cheios do. Espírito Santo para pregar o Evangelho genuíno com integridade e ousadia e muita intrepidez.

  • maria do socorro oliveira almeida Posted 23 de outubro de 2014 17:33

    pr. hernandes que deus ilumine todos os seus dias,verdadeiramente aquele que não nascer de novo não verá a alva.

Responder

Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *