Perdão, a cura para os relacionamentos feridos

O perdão é o melhor remédio para a saúde emocional. O perdão é a assepsia da alma, a faxina da mente, a alforria do coração, a cura das emoções. Perdoar é lembrar sem sentir dor. Perdoar é zerar a conta e não cobrar mais a dívida. O perdão é ato de misericórdia e manifestação da graça. O perdão é absolutamente necessário. E isso, por várias razões:

1. O perdão é necessário porque temos queixa uns dos outros. Nós não somos perfeitos, não viemos de uma família perfeita, não temos um casamento perfeito, não temos filhos perfeitos nem frequentamos uma igreja perfeita. Consequentemente, nós temos queixas uns dos outros. Na verdade, nós decepcionamos as pessoas e as pessoas nos decepcionam. Nossas fraquezas transpiram em nossas palavras e atitudes. Sem o exercício do perdão ficamos entupidos de mágoas e a mágoa gera raiz de amargura no coração. Não somente isso, a amargura perturba a pessoa que a alimenta e contamina as pessoas ao redor.

2. O perdão é necessário porque fomos perdoados por Deus. Quem é receptáculo do perdão precisa transformar-se em canal do perdão. Aqueles que retêm o perdão ao próximo fecham-se para receber o perdão de Deus. Não existe uma pessoa salva que não tenha sido perdoada. Na verdade, no céu só entrarão os perdoados. Logo, é impossível ser um cristão sem exercitar o perdão. Devemos perdoar assim como fomos perdoados. Como Deus nos perdoou devemos nós também perdoar uns aos outros. Quando compreendemos a enormidade do perdão recebido por Deus, não temos mais motivos para sonegar perdão ao próximo. Nossa dívida com Deus era impagável e Deus no-la perdoou completamente. Não fomos perdoados por mérito, mas por graça. Perdão não é reinvindicação de direito, mas o clamor solícito da misericórdia.

3. O perdão é necessário porque por meio dele restauramos relacionamentos feridos. A Bíblia não oculta o perigo devastador da mágoa dentro da família e da igreja. Exemplos como Caim e Abel, José e seus irmãos, Absalão e Amnon retratam essa amarga realidade. Há pessoas feridas dentro do lar e também na assembleia dos santos. Há pessoas doentes e perturbadas emocionalmente porque um dia foram injustiçadas por palavras impiedosas e atitudes truculentas. Há pessoas prisioneiras de traumas e abusos sofridos na infância. Há indivíduos que não conseguem avançar vitoriosamente rumo ao futuro porque nunca se desvencilharam das amarras do passado. O perdão destampa esse poço infecto. Espreme o pus da ferida. Cirurgia os abcessos da alma. Promove uma assepsia da mente e proclama a libertação das grossas correntes do ressentimento. O perdão constrói pontes no lugar que a mágoa cavou abismos. O perdão passa o óleo terapêutico da cura, onde o ódio abriu feridas. O perdão promove reconciliação onde a indiferença quebrou relacionamentos. O perdão expressa o triunfo da graça, onde o ódio mostrou a carranca do desprezo.

4. O perdão é necessário para experimentarmos plena felicidade.Uma pessoa que nutre mágoa no coração não é feliz. O ressentimento é autofagia, é autodestruição. Guardar mágoa é a mesma coisa que o indivíduo beber um copo de veneno pensando que o outro é quem vai morrer. Nenhum calmante químico pode aquietar uma alma desassossegada pela mágoa. Nenhum prazer deste mundo pode aliviar a dor de um coração ferido pelo ódio. A mágoa produz muitas doenças. Quem não perdoa adoece física, emocional e espiritualmente. Mas, o perdão traz cura completa para o corpo e felicidade plena para a alma.

12 Comentários

  • Solange Evangelista Posted 3 de julho de 2012 3:24

    Fantástico!
    O perdão é o respingar de alguém que se reconhece encharcado!

  • LADYANNE Posted 3 de julho de 2012 21:45

    que mensagem mais linda e que devemos realmente coloca -la em pratica nas nossas vidas, que Deus nos ensine a perdoar os que nos ferem com o mesmo perdão que Ele nos deu.

  • eloiza Posted 10 de julho de 2012 9:17

    Ola pastor, a paz, fico imensamente feliz em ler seus textos, e venho atraves desse agradecer por publica-los. Vejo humildade e saber que dons vens de Deus, ouvi o podcast no irmaos..e fico feliz por partilhar conosco os dons do senhor na sua vida. Deus continue usando e abençoando e enchendo ainda mais de inspiração sua vida.

  • Paulo Prudêncio Posted 16 de julho de 2012 13:28

    Pastor Hernando. Se guardar mágoa é como beber veneno pensando que outrem vai morrer, não perdoar é como arrastar alguém acorrentado pela perna pro resto da vida. E se esse alguém tiver morrido, é como se nós carregássemos seu cadáver sobre as costas. Perdoar é humanamente difícil, mas no sobrenatural Jesus nos capacita e nos liberta dessa escravidão.

  • Trackback: Perdão, a cura para os relacionamentos feridos - Estudos Novo Tempo | Estudos Novo Tempo
  • Trackback: Perdão, a cura para os relacionamentos feridos | Estudos Bíblicos
  • cicero Posted 23 de julho de 2012 9:19

    Olá pastor a paz,obrigado pela palavra abençoada;que Deus continue ti usando grandemente.

  • Trackback: Perdão. A cura para os relacionamentos feridos | Centro Cristão do Brasil
  • luciano santos Posted 17 de agosto de 2012 16:12

    ola boa tarde!
    foi gratificante ler um artigo como esse é verdadeiramente um alimento para nossas vidas tão atribuladas.

  • leninha Posted 9 de outubro de 2012 10:36

    pastor palavra de bençao
    mas é muito dificil
    principalmente se os da casa de deus nos machuca
    o pastor aquele que se diz sabio para pregar o amor
    peço a deus misericordia que eu possa olhar somente pra deus e pedir a deus pra tratar com aquele que esta ali no pubito pregando o amor muito obrigado

  • Iran Costa Castro Posted 22 de novembro de 2013 18:48

    Paz é um dever de cristão perdoar e saber perdoar assim como Crista la na cruz nos deu o perdão

  • Tatiana Posted 14 de janeiro de 2018 23:04

    O melhor é saber que Cristo nos deixou como exemplo e esse muitos outros mandamentos como este, afim de nós achegarmos a Ele e nos santificar para que possamos vê-lo!
    Glórias a Deus.

Responder

Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *