Perdido dentro da igreja

O texto de Lucas 15.25-32, fala sobre o irmão do filho pródigo. Ele aponta o terrível perigo de estar na casa do pai, dentro da igreja, obedecendo leis, cumprindo deveres, sem se enveredar pelos antros do pecado, e ainda assim, estar perdido. Podemos chegar a essa conclusão pelas seguintes razões:

1. Vive dentro da igreja, mas não é livre (v. 29) – Ele não vive como filho, mas como escravo. Faz as coisas certas com a motivação errada. Sua obediência não provém do coração, mas da obrigação. Ele nunca entendeu o que é ser filho. Nunca conheceu o amor do Pai. Muitos, também, estão na igreja por uma mera obrigação. Obedecem, mas não têm alegria. Estão na casa do Pai, mas vivem como escravos.

2. Vive dentro da igreja, mas está com o coração cheio de amargura (v. 29,30) – O filho mais velho irrita-se com a misericórdia do Pai. Ele não se alegra com a restauração do seu irmão caído. Para ele quem erra não tem chance de restauração nem deve ser objeto de perdão. Na religião dele não havia agenda para o amor. Mas a Palavra de Deus diz que quem não ama a seu irmão ainda permanece nas trevas. O ódio que ele sentia pelo irmão não era menos grave que o pecado de dissolução que outro cometera fora da igreja. O ressentimento que crepitava em seu coração o isolou do Pai e do irmão. Ele se recusou a entrar em casa para celebrar a volta do irmão arrependido, antes encolheu-se, magoado, revoltado, envenenado pela mágoa destruidora.

3. Vive dentro da igreja, na presença do Pai, mas anda como solitário (v. 31) – Ele anda sem alegria. Está na casa do Pai, mas não tem comunhão com ele. Muitos também, estão na igreja, mas não têm intimidade com Deus, não desfrutam da alegria da salvação, não experimentam as doces consolações do Espírito, vivem como órfãos, sozinhos, curtindo uma solidão dolorosa.

4. Vive dentro da igreja, mas não se sente dono do que é do Pai (v. 31) – Ele era rico, mas estava vivendo na miséria. Tinha toda a riqueza do Pai à sua disposição, mas vivia como escravo. Era filho, mas não banqueteava com os seus amigos. Assim, também, muitos vivem na igreja sem experimentar os banquetes do céu, servindo a Deus por obrigação, sem alegria no coração.

O mesmo Pai que saiu para abraçar o filho pródigo arrependido, sai para conciliar este filho revoltado. O arrependido, com o coração quebrantado, festejou a sua restauração; o outro, ficou do lado de fora, perdido, com o coração endurecido.

Rev. Hernandes Dias Lopes.

3 Comentários

  • Fanuel Santos Posted 8 de agosto de 2010 18:13

    Cá estou na minha saga, a saber, ler todas as pastorais do Rev. Hernandes. É fantastico ver a exatidão exegética com piedade cristã, o tirocinio intelectual besuntado de graça e verdade. Vá enfrente pastor, sua vida tem abençoado vidas, seu ministério tem sido espelho e exemplo para mim. Que na sua faina de proclamar a verdade o Outro consolodar (alos) de te faça alçar voos mais altos. com carinho. Pr. Fanuel Santos

  • Nilton Gonçalves dos Santos Posted 20 de agosto de 2010 12:03

    Excelente texto, a religião verdadeira está sustentada no amor ( Mt.22.37), e Paulo deixa bem claro em Gl.5.6 que a verdeira fé é aquela que atua movida pelo amor, a fé que atua pelo amor, não pelo medo, pela coação, pela satisfação pessoal, mas unicamente pelo amor a Deus. O pior de todos os pecados é fazer a coisa certa pelo motivo errado, como diz Paulo Brabo, ” pra Jesus nao interessa fazer a coisa certa, mas fazer pelo motivo certo, basta penas contemplar a maldade com simpatia pra fazer parte dela, a religiao cuida da aparencia, do esteriótipo, Jesus cuida do coração..

  • Maria Antonia Santos Oliveira Posted 20 de março de 2014 21:21

    Eu louvo a Deus pela vida, saude e sabedoria que Deus tem proporcionado na pessoa deste Pastor Hernandes quanta coisas linda e sabia ele tem passado para nós a cada leitura é um grande conhecimento a mais sobre a palavra de Deus Muito agradecido Senhor pela sabedoria do teu filho . Pastor amo ler seus livros que Deus lhe abemçôe…

Responder

Resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *