Como superar as dores do passado

O passado pode nos influenciar mais do que gostaríamos. Há dores do passado que, muitas vezes, não conseguimos superar. Há feridas na alma que demoram a sarar, há traumas que se recusam a ir embora e se levantam como fantasmas para nos atormentar. No livro de 1 Crônicas 4.9,10 lemos a história de Jabez, um homem que superou as dores do seu passado. Ele foi mais nobre do que seus irmãos porque não se conformou com a decretação da derrota em sua vida. Sua mãe lhe deu esse nome, porque com dores o deu à luz. Muito embora Jabez estivesse carimbado por um passado de dor, reagiu a essa situação e superou esses traumas. A solução não veio da psicologia de auto-ajuda, mas da ajuda do alto. Ele invocou o Deus de Israel e, dos céus brotou a sua cura. Jabez fez quatro coisas para superar as dores do seu passado:

1. Ele clamou pela bênção de Deus – Seu pedido foi: “Oh! Tomara que me abençoes…”. Em vez de olhar pelas lentes do retrovisor, ferido pelas lembranças amargas do seu passado, Jabez olhou para o alto e rogou a bênção de Deus. Em vez de viver preso no cipoal da amargura, curtindo os traumas da sua infância, ele buscou a Deus e rogou sua bênção. Jabez reagiu. Ele não se conformou com o caos. Ele sacudiu o jugo do passado. Ele entendeu que sua vida não precisaria ser uma jornada de dor, mas uma caminhada sob a bênção de Deus. De modo semelhante podemos, também, buscar a bênção de Deus em vez de vivermos prisioneiros de um passado de dor.

2. Ele clamou pela prosperidade de Deus – Jabez prosseguiu: “… e me alargues as fronteiras”. Jabez não se encolheu diante de um passado de dor, mas olhou para frente e avançou com mais ousadia. Ele não quis ser influenciado pelos acontecimentos dolorosos do ontem, mas um influenciador no futuro. Jabez quer mais espaço, mais influência, mais oportunidade para ser uma bênção nas mãos de Deus. Jabez é um homem com visão do farol alto. Em vez de ficar lamentando seus pesares nos vales da vida, ele sobe nos ombros dos gigantes para divisar horizontes ainda mais largos.

3. Ele clamou pela presença de Deus – Jabez continuou: “… que seja comigo a tua mão”. Jabez não quer apenas as bênçãos de Deus, ele quer, sobretudo, o Deus das bênçãos. O doador é mais importante do que suas dádivas. O abençoador é mais importante do que suas bênçãos. Mais do que coisas, Jabez ansiava por Deus. Mais do que ajuda dos homens, ele queria a mão de Deus conduzindo sua vida. Para superar as dores do passado nós precisamos da presença de Deus e da fortaleza do seu braço para nos sustentar.

4. Ele clamou pela proteção de Deus – Jabez concluiu, dizendo: “… e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição…”. Jabez entende que a vida é cheia de perigos. Há inimigos de fora e temores de dentro tentando nos manter prisioneiros no calabouço do medo. A vida não se processa num parque de diversões, mas num campo de batalha. Jabez anseia pela proteção divina. Ele deseja proteção tanto do maligno como da aflição provocada por ele. A breve, mas intensa biografia de Jabez termina dizendo: “… e Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido”. Como Jabez, você também, pode superar as dores do seu passado!

7 comentários em “Como superar as dores do passado”

  1. Muito interessante tais colocaçoes, já li o livro “A oração de Jabez”. Entretanto, este artigo é maravilhoso, profundo e prático. Seria bom se o Reverendo postasse o sermão sobre Jabez com sua completa aplicação homilética.
    Continue assim em sua maneira de lidar com o texto bíblico.
    Parabéns pelo premio Areté 2010 no Livro Tito e Filemom. Tenho esse livro, é realmente extraordinário! Quem não leu, vale a pena adquirir e ler, mas o mais importante é experimentar na prática os princípios extraídos do Livro Sagrado que se encontra esboçado com a Maestria Hernandes!

  2. Rev Hernanandes a paz de nosso Senhor Jesus Cristo.
    assim como Jabez,superou as dores do seu passado
    nós de modo semelhante podemos tambem,buscar a benção de DEUS,em vez de vivermos prisioneiros de um passado de dor.

  3. Só o nosso JESUS, que sofreu, que foi humilhado,e tem poder para superar nossos traumas do passado, nossas perdas é capaz de nos livrar desssas algemas quase impossivéis. pastor que o ESPIRITO SANTO continue o capacitando a escrever sempre pastorais tão edificante as nossas vidas. toda HONRA, toda GLÓRIA, todo LOUVOR, seja dado a ti SENHOR JESUS.

  4. Matheus da silva santos

    Tenho traumas do passado que me pertubam as vezes ….. Fico ansioso e com falta de ar … E medo aflições preocupação…… Mais eu tenho um Deus que é maior …. Diz o Senhor não andei ansiosos por coisa alguma. Creio mais so quem senti sabe que as vezes bate e causa dor sem agente querer

  5. O medo nos aprisiona, e a oração confiando em Deus nos liberta. O poder da oração é algo impressionante, Deus vem ao nosso socorro em meio aos nossos medos. A oração nos liberta do poder do mal. Jesus vem sempre ao nosso socorro, através de nossas petições em nome D’Ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *